Como lidar com a crise da adolescência

Até os 13 ou 14 anos, os indivíduos têm uma ideia superficial de quem são, construída a partir do que ouviram dos outros e das comparações diretas que foram capazes de fazer. A partir dessa idade, eles se lançam em busca de uma compreensão mais profunda de si mesmos, tentando articular as informações externas com as descobertas que fizeram a partir de suas próprias reflexões.

Muitos jovens experimentam essa transição como uma fase emocionalmente tumultuada – algo que os psicólogos chamam de crise de identidade. Na tentativa de se tornar o que julgam ser, os adolescentes podem se voltar contra figuras de autoridade, como pais e professores, tornando-se opositivos e clamando por liberdade.

Se você tem filhos passando por isso, o pior erro que pode cometer é insistir em um estilo de educação autoritária. Isso prolonga a crise, e dificulta sua resolução. Em vez disso, demonstre ao seu filho que você respeita e apoia sua busca, desde que ela ocorra de forma saudável e igualmente respeitosa. Em vez de se agarrar à ilusão de controle, aceite rediscutir o equilíbrio de poder. Transforme-se em um bom negociador, e ensine seus filhos a também negociarem de forma madura e transparente com você.

Dr. Estêvão Bittar

Dr. Estêvão Bittar

Doutor em neurociências pela USP e vice-presidente da Bittar Educação.
Oferece reflexões e dicas sobre educação de filhos, do ponto de vista das neurociências.

Ver todos os posts

Inscreva-se no nosso canal do YouTube

Ouça pelo Spotify